Archive for Junho, 2012

h1

Estrada

Junho 24, 2012

O velho garoto voltou a estrada… a único lugar que ele sacou que realmente lhe pertence…. a estrada… aquele lugar que parece que nunca existiu….algo Mad Max… entre uma cidade e outra…. uma mulher que não te vê, velho vouyer…. só… sem ninguém no banco ao seu lado…ninguém é uma palavra lhe agrada agora… de volta ao lugar com rodas, pneus, posto de gasolina indiferente a você e a todos ali…sem conversa alguma…o lugar nenhum…pra alguém que gosta de idéia de não ser ninguém.

(um texto qualquer dedicado aos meus amigos que sabem quem são. Escrevi depois desse belo vídeo)

Tocante video que Linn fez pro seu namorado Diego Basanelli…

Anúncios
h1

Junho 22, 2012

Sou nascido e criado em Santos. Vivi na praia até os meus 18 anos. Já morei em Mogi das Cruzes, Campo Grande-MS, Hollywood-CA e resolvi vir de vez pra São Paulo, 8 anos atrás. Pro tudo ou nada. Na música. Primeiro voce encara o nada, claro. Hoje não tenho queixa. Amo o que essa cidade já me proporcionou e o quanto aprendo, apreendo com ela e meus amigos da área. Mas tenho que revelar: Só na praia me vem a pergunta, porque mesmo que eu fui sair daqui? E não tem nada a ver com natureza, que gosto em qualquer lugar. É aquela sacada do quanto a sua cidade sempre vai estar dentro de você. Deve ter algum porquê divino, mas não sou o tipo de cara que fica se questionando a respeito dessas coisas….

h1

junho de 2012 … acabe o mundo logo!

Junho 17, 2012

mais uma noite louca que vira manhã louca…. que me faz acordar as 7 da noite de um domingo perguntando pro Vespasiano Ayala ‘que dia é hoje’…. dia que não tem porteiro no prédio e o centro de São Paulo fica com um ótimo silencio sepulcral … pego meu skate e 2 reais….faço a barba e venho perder um tempo aqui nessa porra de facebook… e minha vida é tocar guitarra e beber com meus amigos… é só o que faço. é só o que quero fazer.

h1

Junho 17, 2012

h1

poema da noite de domingo

Junho 11, 2012
Pelos caminhos já trilhados
Pelas atitudes insanas e equivocadas
Pela lucidez perdida e tardiamente recuperada…
Pela mulher que sabiamente já não mais te quer
Pelos amigos de copo que estarão sempre ali
Pelo respirar fundo mal interpretado como paciência
Pelo seu corpo eternamente escorado num balcão de bar
Pela estrutura física e emocional tão baleada mas caridosa que ainda te põe de pé

Um brinde! Ao receio do que ainda há por vir…

h1

mais um video do Grima

Junho 7, 2012

Eu gravei esse som ano passado em Campo Grande – MS…com meu brother Fralda…

Poema de Mário Bortolotto

h1

um poema sobre meu ano passado

Junho 7, 2012

Sim , minha intensidade queima….
Eu me perco, enlouqueço…
Me mando sozinho pra um país vizinho
e chapo de whisky andando a esmo pelas ruas de Salto del Guaira…
nunca caio pela metade
assim como nunca levanto pela metade….
e tô bem de pé agora
“Don’t try” com duas luvas de boxe nas minhas mãos assim como na lápide de Charles Bukowski…
Calibre 12 mirando a cara da vida

(Fabio Brum)

———-

Grima Grimaldi fez isso…