Archive for Novembro, 2011

h1

Novembro 30, 2011

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios
h1

LIFE GOES ON…

Novembro 30, 2011

E a festa na casa da nossa amiga Lúcia tava muito bacana mais uma vez…ela é a melhor anfitriã que conheci, visto que ela sempre convida os piores amigos (nós) para suas festas-sarau-gathering cachaça…dessa vez a gente não dormiu por lá…bom…eu acho que não…lembro do Capeta dando uma sossegada no sofá…mas desa vez ela ela teve que estipular hora pra irmos embora…7 da manhã…ha…é…na penúltima saímos às 3 ou 4 da tarde… não lembro bem…só sei que acordei no sofá minúsculo da cozinha com cheiro de rango(almoço) e duas mulheres simpáticas cozinhando… bom, fui pra sala e vi que Bortolotto ainda dormia feito um bebê no sofá…feito um bebê mas rocando como uma usina de força…  ha…fun shit.

E hoje a gente toca junto. Eu, MArião e Basa no Pari Bar.

local: Pça Dom José Gaspar (frente a casa do Picanha. Opa, do Joca. Picanha não tem casa). Entre Av. São Luis e 7 de abril. Anhagabau (como escreve essa porra?)

horário: acho que às 19 hs.

couvert de 5 mangos…

——-

um abraço pro Jão, que tá rodando por Los Angeles e lê nossa merdas por aqui…

—-

e um poema da Adri, ela leu em Santos quando eu fazia o Vagabundagem de Segunda na Realejo Livros…

 

Eu escolho algumas palavras ininteligíveis como aquelas de exames de sangue. Triglicérides. Elejo um super herói desconhecido e lhe atribuo um poder tosco como capacidade de controlar a contagem do número de plaquetas após uma infecção por erlichia. Discurso sobre o número áureo e propriedades dos elementos químicos raros. Filmes de terror japoneses me assustam e eu aperto levemente tua mão. O que eu sei não chega aos pés disso.

(Adriana Brunstein)

h1

Welcome to Paraguay…

Novembro 21, 2011

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=8CgQJ3ekJzo#!

Acabo de cruzar a fronteira…já ouço mais espanhol (que entendo mal pra cacete) que português…peço uma cerveja Budweiser gringa em litro (algo muito antigo por aqui) e uso essa net de graça…Divertido esse país do Vespasiano Ayala

Gosto de estar num lugar com o nome de Del Fuego – Tragos e Bocadillos e ter um Cassino que cobra U$ 1,50 a cerveja e você pode jogar poker, 21 com uma porrada de gente estrangeira ou com máquinas ao melhor do estilo Las Vegas…

Cruzar a fronteira tem sido uma diversão bacana ultimamente…e amanhã posso entrar até pra Argentina…Vou sacar o vinho de lá in loco…e louco…

h1

MORTE

Novembro 18, 2011

essa semana eu tava sentindo o gosto da morte perto demais de mim mais uma vez. Nunca identifico bem esse gosto. Se se refere a minha ou a outra pessoa. Até tudo começar a  acontecer… E eu tava certo de novo. A sensação ruim em algum lugar do corpo vira eminência de morte. Ou morte, simplesmente. O que é bem pior, você sabe… E lá estava ela a espreita, atrás da porta,  feito uma hiena filha da puta esperando a (má)sorte inevitável do bicho esmorecendo…. E eu tava lá. Tentando chutar o cú dela mais uma vez.  Mas ela tem a palavra final sempre, não é? Sempre…  Bortolotto e Carcarah estavam comigo. E dessa vez seu last kiss tava mirado pro Linguinha. Ele tem suas culpas. Mereceu levar umas porradas. Fazer o quê. Todos merecem, vez por outra…. Meus bons amigos… Desse golpe final ele, ainda, escapou. Foi quebrado mas não morto. E garanto que não foi sorte não. Foi porque a gente estava por lá e ponto. Seguranças são treinados pra matar, se for necessário. Tenta arrumar treta com um médico da próxima vez ok, meu caro?….O resto desse péssimo roteiro a gente conhece bem: Carro às pressas, fila de Santa Casa, paciência, arrependimento, ressaca moral, blá, blá, blá…E veja bem, não tô reclamando e  nem pedidno sua opinião ou julgo idiota. É só um relato. Por isso, fica na boa do teu lado santo da vida…Eu continuo aqui de bom grado…e do nosso jeito…torto, certo, porém nem pense em chegar perto, sem minha aprovação.

e aqui fica um poema do Pinduca. Ademir Assunção. Outro londrinense talentoso e bom de briga na vida…   sentido isso:

NOITES EM CHAMA

Endiabrado

como um louco cego e bêbado

entristecido como um lago seco

torto de desgosto

mas ainda teso e forte

mesmo roto

todo machucado

e quase morto

o fauno

inflama

a face inchada

e crispa

a casca da lua cheia

tudo se incendeia

(ADEMIR ASSUNÇÃO)

h1

RS

Novembro 12, 2011

Essa semana tava passeando pelos Pampas. Fiz uns shows e algumas tatuagens por lá. Bebi vinho de vinículas seculares e andei de skate pelas estradas das Serras Gauchas.  Aí a gente tocando quarta passada no Revival Bar… Moçada boa de rock and roll…Pivotto, Naldo, Ricardo e esse brother que cantou uns Stones com a gente…Nova Prata-RS… Peguei dias quentes, curti rios e sorvetes numa cidade sossegada e louca ao mesmo tempo. Conheci um bluseiro bom pra caralho da área: Mr Fernando Noronha. Gente boa o maluco. Sufista e curtiu dar um peuqeno rolê no meu skate antes da passagem de som no Moinho. É isso. It’s only a rock and roll life, but I like it…

h1

More and better blues

Novembro 9, 2011

o blues nunca me fez mal…tem gente que o teme…diz que joga pra baixo…deve pegar nesse buracos emocionais das pessoas, né? Acordo e ouço isso num dia ensolarado e curto pra caralho…não me joga pra baixo…me dá força… há mais de 20 anos busco a verdade e como tocar a onda desses mestres que nasceram exilados em plantações racistas…e tocam violão como forma de se divertir e ao mesmo tempo mandar o mundo se foder… é um religioso assim como profano… e é isso vou vou fazer mais uma vez essa noite…
que venham comigo ou me deixem em paz…aliás, me deixar na minha já tá de bom tamanho…só quero tocar uns sons com os amigos daqui…e beber um vinho caseiro…o resto não tem tanta importância, saca? Além de boas pessoas próximas que me tocam a alma… É, acho que hoje sei o que é vital pra mim…

 

 

h1

NOVA PRATA-RS

Novembro 7, 2011

E QUARTA TEM SHOW AQUI EM NOVA PRATA - RSBacana dormir numa rodoviária longe, bem longe de casa… casa? todo lugar anda me parecendo casa… mas até café de vovó andei tomando por aqui… com um novo brother Gustavo Machado…pobre vovó… e a a gente bebendo o conhaque de gengibre que ela usa pra fazer doces típicos…e dar um rolê de skate pelas calçadas de Nova Prata-RS… na calçada porque as ruas são todas de pedra…