Archive for Fevereiro, 2011

h1

relembrando uma letra velha e seu sentido tão atual

Fevereiro 28, 2011

LEMBRE-SE DE MIM

Se você vir um par de sapatos, um para cima outro pra baixo
Ou um surfista elegante de sociedade
Se você sentir que está ventando demais e não tiver agradável
O vento que estava tão bom
Então lembre-se de mim
Com minha hipocrisia

Um amor como o nosso está fadado a acabar
E eu já não tenho mais fôlego pra soprar a fogueira
Você parece barata tonta, envenenada por Rodox
E teu barato já tá muito descoordenado
E desse jeito não vai dar
Então se você vir um tarado na escada
Lembre-se de mim
Um vira-lata emocionado
Lembre-se de mim
Lembre-se de nós e a nuvem alaranjada
Lembre-se de nosso amor
Com as decisões que tomamos juntos
Das nossas músicas malucas
E esse talento de tomar a cena de assalto
Pagamos o preço, por não sermos medíocres
Lembre-se disso quando for falar mal de mim
Lembre-se da nuvem e da luz
Alaranjada no lustre do quarto

Cazuza

h1

PL – MP

Fevereiro 28, 2011

Velhos poemas de poetas mortos…


Amar você é coisa de minutos

Amar você é coisa de minutos
A morte é menos que teu beijo
Tão bom ser teu que sou
Eu a teus pés derramado
Pouco resta do que fui
De ti depende ser bom ou ruim
Serei o que achares conveniente
Serei para ti mais que um cão
Uma sombra que te aquece
Um deus que não esquece
Um servo que não diz não
Morto teu pai serei teu irmão
Direi os versos que quiseres
Esquecerei todas as mulheres
Serei tanto e tudo e todos
Vais ter nojo de eu ser isso
E estarei a teu serviço
Enquanto durar meu corpo
Enquanto me correr nas veias
O rio vermelho que se inflama
Ao ver teu rosto feito tocha
Serei teu rei teu pão tua coisa tua rocha
Sim, eu estarei aqui 

Paulo Leminski
(1944-1989)

———

    • PENÚLTIMA

  • Como posso agora estar alegre?
    era de se esperar que eu desesperasse
    talvez mais tarde eu desintegre
    entre o penúltimo gole do último porre
    e leve ao meu lado os que me seguem

    sim,
    perdi a razão do que eu achava e do que eu acho,
    mas aprendi que o céu é mais embaixo
    ainda não sei o quanto dei
    a tantas quantas amei
    ainda não sei ao certo se eu errei

    Marcos Prado

    (1962 – 1996)

h1

while my guitar gently weeps

Fevereiro 27, 2011

Sábado comecei a tocar violão na Roda de Rock por volta de 5 da tarde. 5 da manhã do dia seguinte tava parando pra entrar num carro com os amigos e vir pra curtir um pouco de praia. Foram 4 sons diferentes em 4 bares diferentes. Lá pelas 4 da manhã falei pro Bortolotto enquanto tocávamos algum som nosso na Galeria que tava tocando desde tal hora da tarde. Ele riu e me chamou de coitado, que eu odiava tocar…ha. É 12 horas de som, praticamente? Não me peça pra ir numa missa de meia-hora, assistir 15 minutos de novela ou conversar com uma mulher chata por 30 segundos. Mas tocar? 12 horas passam voando.

h1

Two and a Half man

Fevereiro 25, 2011

Jesus, Raul Seixas, Van Halen ….caras legais com seguidores perigosos e/ou apenas  insuportáveis….mas gosto muito desse som do baiano…

Baby, essa estrada
é comprida
Ela não tem saída
É hora de acordar
Pra ver o galo cantar
Pro mundo inteiro escutar
Baby a estória é a mesma
Aprendi na quaresma
Depois do carnaval
A carne é algo mortal
Com multa de avançar sinal
Todo jornal que eu leio
Me diz que a gente já era
Que já não é mais primavera
Oh baby, oh ba…by
A gente ainda nem começou
Baby o que houve na trança
Vai mudar nossa dança
Sempre a mesma batalha
Por um cigarro de palha
Navio de cruzar deserto
Todo jornal que eu leio
Me diz que a gente já era
Que já não é mais primavera
Oh, baby, oh baby
A gente ainda nem começou
Baby isso só vai dar certo
Se você ficar perto
Eu sou índio Sioux
Eu sou cachorro urubu
Em guerra com Zéu!

—-

e olha o cara…

PROBLEMAS

Charlie Sheen, 44, enfrenta uma série de problemas com álcool e drogas, admitiu inclusive que fumava crack. Atrizes pornôs têm sido a companhia mais constante dele, desde que o casamento com Brooke Mueller acabou.

Mas, nesta quinta-feira, a ex-sogra de Sheen contou à revista “People” que a filha voltou a morar na casa do ator.

Depois de seu mais recente colapso, ele anunciou que faria um programa de reabilitaçãopara enfrentar seus problemas.

Tudo indica, no entanto, que Sheen desistiu do plano. Ele está em férias nas Bahamascercado de mulheres, incluindo Brooke.



h1

Heartbreakers

Fevereiro 24, 2011

Música é o que há, pra mim. Elas me transportam pra universos internos que jamais seriam conhecidos de outra forma. Sei que é assim pra muita gente que saca o que digo, sentem o mesmo. Essa é uma das que me viram do avesso…

Tá no pacote dos que vivem intensamente. Na melancolia que conhece bem o que é beleza. Desespero da arte autêntica. Caminhando sozinho, voltando pra casa de cabeça baixa pelo centro de São Paulo. Com o tempo passo a entender o valor dessa companhia inseparável e irremediável. Seu papel nos pactos que fiz com a minha existência. Dor de vagabundo.  E  “você era apenas mais um rosto na multidão…”

 

Kicking my own ass…

 

h1

Dave Matthews

Fevereiro 22, 2011

Isso me pega…

 

h1

gone

Fevereiro 21, 2011

Curto realmente a poesia dos amigos que se apresentaram na Coletivo Galeria ontem. Acompanhei com firúlas ao violão.  Divertido. Diversão é o que me interessa na vida. Não faço questão da maioria das coisas e valores e porquês da vida dita adulta. Baboseiras que só empacam sua existência efêmera nessa planetinha de fim de galáxia. No meio da noite, ganho de presente um pé na bunda da namorada quando achava que ela estava passando pra gente ir dormir juntos. Engraçado como funciono. A partir daí quis voltar a tocar, quis ouvir mais poesia, quis enlouquecer do meu jeito. E foi o que fiz. Eu, Paulo de Tharso e Fernanda Dumbra continuamos a festa madrugada adentro com improvisos e grandes sons. Eles tem talentos transbordando de dentro de suas almas e entranhas. Cantamos em forma de um coro melancólico “sigo sozinho contra tudo e contra o vento. Eu bebo eu caio, eu recomeço o movimento“. Apropriada. Música do Paulo. Pérola. Pois é.  Assim que pulso. And with a big help from my friends. O talento deles realmente pode salvar.

” Flor, flor, a flor é assim. Morre o perfume fica o espínho em mim.”

Paulo de Tharso

Curto.

~~~~~~~~~~