Archive for Novembro, 2009

h1

Amada chefa

Novembro 30, 2009

Aconteceu num tempo de pura indiferença. Você era somente outro rosto na multidão. Andando por aquela cidade onde mora nosso passado. Outro tempo. Tudo mudou, a indiferença morreu. Coração resolveu funcionar e me desarmou. Hoje você faz  diferença, mesmo que eu não queira. Tudo menos outro rosto na multidão.

Essa é pra você

 

A face in the crowd (Tom Petty)

Before all of this ever went down
in another place, another town,
you were just a face in the crowd
out in the street, walking around
A face in the crowd

Out of a dream, out of the sky
into my heart, into my life
And you were just a face in the crowd
out in the street, thinking out loud
A face in the crowd

Anúncios
h1

lembrando velhas falsas propaganda de whisky

Novembro 30, 2009

Tava bebendo com amigos, lembrando e rindo dessa baboseira de propaganda. Tá no you toba.

Lembro que aos 20 anos tomei um porre de Natu Nobilis e acordei deitado numa calçada qualquer do centro da cidade onde morava. Nem sabia onde estava meu carro. Cuidado com propagandas. Devo ter caído nessa.

h1

Terças loucas

Novembro 28, 2009

Terça passada fui ver o show da Fabrica de Animais. Grande banda, grandes letras loucas. Curto. De abertura teve uma banda que não fez muito minha cabeça. Anos 80 demais pra quem teve que ser adolescente na época. Mas no meio daquilo esse verso grudou:

“Se você quiser fazer qualquer coisa de errado, eu vou estar do seu lado”.

(3 Hombres)

Pois é. A gente anda matando doses de whisky pra elefante. Então fica fácil entender. E às vezes a noite não nos abandona. Não acaba nunca.

h1

Poema

Novembro 24, 2009

 

Marião escreveu:

 

“E vou terminar esse post com um poema que a Bia escreveu depois que leu o meu livro “Bagana na Chuva“. Valeu, Bia.”

ele costumava olhar os pássaros
o retrato de uma garota e um estilete que não ia usar
caiaques no céu
baganas atiradas em poças d’água
gotas de chuva com gosto de pepsi-cola
ele nunca conseguia chegar em casa
era preciso pegar uma mulher e fugir pra algum lugar
um lugar onde não se ouvisse falar de amor
onde ninguém soubesse tocar saxofone
mas ele apenas tomava conhaque na janela ouvindo blues
(música é melhor que saber o caminho de volta pra casa)

(Beatriz Provazi)

h1

Trilha sonora

Novembro 24, 2009

 

 

 

Going down slow

 

I have had my fun if I never get well no more.
I have had my fun if I never get well no more.
All of my health is failing;
Lord, I’m going down slow,

I’m going down slow.
Please write my mother and tell her the shape I’m in.
Please write my mother and tell her the shape I’m in.
Tell her to pray for me,
Forgive me for my sin,
For all of my sin.

On the next train south, look for my clothes back home.
On the next train south, look for my clothes back home.
‘Cause all of my health is failing;
Lord, I’m going down slow,
I’m going down slow.

All of my health is failing;
Lord, I’m going down slow,
I’m going down slow.

Feel like I’m going, like I’m going down slow.
I feel like I’m going, like I’m going down slow.
I feel like I’m going, like I’m going down slow.
I feel like I’m going, like I’m going down slow.
I feel like I’m going, like I’m going down slow.

 

h1

Fucking up the blues

Novembro 20, 2009

Toco com Tex Mex daqui a pouco. Nosso trio de violões. Mas nem sei onde é. Migué tá chegando…e depois a barra pesa:   Hoje, sexta.

Depois de meia noite caia pro Ventania. Rua Carinas, 92. Peto do Shoppping Ibirapuera.
Zona Blues com Rick Vecchione na batera e Marcião no baixo.
Ed BLues comandando nos vocais e o mané aqui enchendo a bagaça de solos…

Venha beber com a gente. As minas pagam só 5 reais. Macho, 8.

h1

E por falar em linhas de baixo geniais.

Novembro 19, 2009

Acho a banda de fuder. Esse som então…

e os grandes Bêbados Habilidosos mataram a pau no prêmio MTV rock do Mato. Leia aí. Destaque pro guitar hero de Campo Grande: Melhor guitarrista –  Rodrigo Paiva!!!!!  Concordo plenamente com essa votação.

http://palcourbano.com.br//index.php?option=com_content&task=view&id=1356&Itemid=1