Archive for Abril, 2009

h1

Abril 23, 2009

 

Essa roubei do blog do Marião. Sérgio Sampaio. Não dava pra passar em branco….

 

HOMEM DE TRINTA

Quase que eu fui pro buraco
Por pouco nao fui morar no porão
Dancei mas não sei não
tive cuidado
De ter os pés quase sempre no chão
E a cabeça voando como se voa na imaginação
Longe do resto do bando
Mas sempre perto do meu coração

Depois de algum tempo nisso
Indo no fundo e voltando pra ver
Eu me descubro, amor, dentro do vício
Maravilhosamente a renascer. . .
Amando a vida como ama
o entalhador um pedaço de pau
o pescador o seu rio
e o sofredor sua mulher fatal

Hoje com os olhos mais claros
olhando as coisas como as coisas são
Eu me desenho, amor, como se pinta um quadro novo com o brilho e a cor
De todo homem de trinta. . . Trinta moleques que o tempo criou
E muito embora eu nao sinta
Eu sei que eu sou o que eu fui e o que sou

Tenho almoçado e jantado
Tenho tomado café da manhã
Barra pesada não, muito obrigado
Tenho levado uma vida sã
Tenho tomado algumas
E tenho amado uma mesma mulher
Eu tenho andado sem turma
Mas solitário eu sei que nao dá pé. . .

Anúncios
h1

Boemia

Abril 23, 2009

A gente tem mania de cantar uns sons no cu da madrugada. Fica bebum, ou quase e recitamos pérolas seja lá de quem for pra explicar nossas vidas tortas. Composições que mostram o que somos, como sentimos e vivemos. Essa aqui é de matar. Pouca gente conhece. Do Lobão e Cazuza. Marião me apresentou e tocamos uma versão meio bluesy com o Saco de Ratos…

Meu caro vizinho
Eu sou um cara legal
Meu telefone é 477 etc. e tal
Ontem à noite exagerei no barulho
Eu peço que me desculpe

Eu sei que é demais
Mijar na janela
Chamando por Deus
E gritando o nome dela

Todo grande amor incomoda
E o mundo todo, todo, tem que saber
Que ela errou, e eu errei
Então eu declarei guerra

Paz na terra é só pra quem tem coragem
Quem perde no amor sempre faz papel de covarde
Faz bobagem, faz bobagem
Ho, ho!

Meu caro vizinho
Não me leve a mal
Depois que eu fiquei sozinho
Dei pra beber bem além do normal
E a fazer coisas meio sem sentido

E é desse jeito
Que eu tenho vivido
Não leve a mal
Um cara assim tão a perigo
E no mais, um abraço
Meu prezado amigo

h1

Barão II

Abril 18, 2009

Porra, eu era dolescente nos anos 80 e sinceramente curtia muito pouco daquela febre pós-ditadura do tal rock nacional. Queria saber era de blues e de rock and roll, o que, definitivamente, eles não faziam. Saco nenhum pr’aquele axé-reggae dos Paralamas e nem pra lenga-lenga-viado-deprê de Renato Russo. Mas pirei e se abriram as portas de todos os bares, quando ouvi Barão Vermelho. Opa, então pode se fazer rock and roll em português? Os chapados fãs de Mutantes que me desculpem, mas rock and roll de verdade só eles fizeram. Não concoda? Falou, vá estudar mais um pouco da matéria…e hoje acordo, não mais feliz, mas com esse som na caxola que me vale mais que ombro de mulher pra se consolar…

E por ser pedólatra assumido, coloco esse vídeo pros amigos que sabem do estrago que pés femininos podem fazer ao descerem de seus saltos altos…

http://www.youtube.com/watch?v=ciqIY6hPMcQ

 

Um trecho:

Eu traço tantos planos
Brilhantes, antes
De te ganhar num salto
Mortal, de iniciante
Na pirraça de te ter
Por enquanto, por enquanto
Eu miro o índio que eu sou
No teu ser
E alcanço

Viagens tão óbvias
Loucuras tão sóbrias
De um iniciante
De um iniciante

h1

Zona Blues

Abril 17, 2009

Sempre me divirto muito quando esses caras me chamam pra tocar. O repertório é basicamente composto por clássicos do blues, e essa é minha escola. Tive uma fase na adolescência na qual só ouvia blues. Nada além. Era totalmente radical. E sempre achei que radicalismo era essencial na adolescência e um tanto imbecil na idade adulta…Mas é isso. Tocaremos os clássicos. Sempre sem ensaio algum. Quem é da praia do blues sempre sabe por onde o som vai caminhar: Velhas canções, levada varia, improvisos de lei e riffs clássicos. Entra nesse mar só quem sacar as ondas…E você sabia que isso tem muito a ver com rodas de samba? Blues e samba. Amigos se juntam pra tocar os clássicos por diversão. Sem ensaio, sem frescura…

 

 

Hoje (sexta) a Zona Blues estará fazendo sua clássica sexta-feira, recheada de clássicos de blues. Tô na guitarra dessa vez.
Ventania Bar
R. Caninás, 92. Ao lado do Shops Ibirapuera. Meia-Noite.

Pinta lá.vgjm

h1

Barão Vermelho

Abril 13, 2009

Acabei de ler a biografia do Barão. Grande banda, grandes estórias de rock and roll. Ontem lembrei duma frase bacana. Um desavisado perguntou pro Zeca Jagger se ele tinha encontrado paz trabalhando, andando com a banda. Ele responde: – Paz? que paz? eu encontrei foi minha turma.
Sei do que ele falava. O inferno ainda nos espreita, mas não estamos mais sozinhos. E rir com meus amigos me machucam os pontos da cara…e nem ligo da dor. Sacou?

Longa vida a esse SACO DE RATOS!!!!

h1

Abril 11, 2009

htr

 

E volto pra tocar com a banda que amo: Saco de Ratos. E assistir meus amigos com seu som insano: Fábrica de Animais.

h1

Texto do Marcelão

Abril 11, 2009

Meu caro Marcelo republicou um texto sobre esse cretino aqui e uns blues.

http://www.mendezcontramendez.blogspot.com/

E Dave Mathews tem lances geniais. Fala sobre ‘worship women’. Falou, Dave. Me deixe fora dessa vez. Mas a música é de gênio.
http://www.youtube.com/watch?v=YVMdt7Jf16A

http://www.youtube.com/watch?v=qiiT7xCCsME&feature=related