Archive for Julho, 2008

h1

Bob Dylan

Julho 28, 2008

Dylan….genial pra definir um relaciomento que já foi…tem até as cifras pra quem quiser cantar e tocar alto como eu.

 

 

  G D Em
  Ain’t no use to  sit and wonder  why, babe
  C G D
  if-in you don’t know   by now.   
  G D Em
  It ain’t no use to  sit and wonder  why, babe
  A7 D D7
  it doesn’t really matter any  how.   
  G G7
  When your rooster crows at the  break of dawn
  C A7
  Look out your window babe  cause I’ll be gone
  G D Em C
  and You’re the  reason I’ma  travellin’  on
  G D G D
  Don’t think  twice,  it’s al right.    
  G D Em
  Ain’t no use a  turnin’ on your  light, babe
  C G D
  The light I never  knowed   
  G D Em
  It ain’t no use a  turnin’ on your  light, babe
  A7 D D7
  Cause I’m on the dark side of the  road   
  G G7
  I wish there were something you would  do or say
  C A7
  To try and make me change my  mind and stay
  G D Em C
  Cause we never  did too much  talkin’ any way
  G D G D
  So don’t think  twice, it’s al right.   
 
  G D Em
  Ain’t no use in  callin’ out my  name, gal
  C G D
  Like you never done be fore   
  G D Em
  ain’t no use in  callin’ out my  name, gal
  A7 D D7
  cause I can’t hear you any more   
  G G7
  I’m thinkin’ and wonderin’ walking  down this road
  C A7
  How I once loved a woman, a  child I am told
  G D Em C
  I gave her my  heart but she  wanted my  soul
  G D G D
  So don’t think  twice,  it’s al right.   
 
  G D Em
  So long  honey  babe
  C G D
  where I’m bound, well I just can’t  tell   
  G D Em
  goodbye is  too good a  word babe
  A7 D D7
  so I’ll just say fare-ly  well   
  G G7
  well I ain’t a sayin’ that you treated  me unkind
  C A7
  you coulda done better babe,  but I don’t mind
  G D Em C
  well you just  kinda wasted my  precious  time
  G D G D
  Don’t think  twice,  it’s all  right 
Anúncios
h1

Julho 27, 2008

h1

Vida e viagem

Julho 27, 2008

Dois shows em Campo Grande. Na sexta tocamos velhos clássicos do rock e do blues. Cozinha impecável do Bando do Velho Jack, Marquinhos e Bosco,  associado aos vocais matadores do Rodrigão. Grande cantor, cara! Fraldão nos teclados pra completar a festa. No sábado fizemos o revival da Blues Band, gênio Renatão Bêbado Habilidoso, celebrando uma banda que montamos há 18 anos atrás. Divertido. e ainda estreei uma Les Paul GRS nova que Vander fez pra mim(foto). Cacete, o som dela tá impressionante! Ligada a um Fender Tube, claro. Mas mudando de assunto completamente, ou quase, utimamente minha vida amorosa anda bem sofrida. Quando digo sofrida exemplifico com uma ex que cometeu suicídio na minha frente e a mulher que resolveu ser minha melhor amiga e mulher na pior fase da minha vida cansou de certas diferenças que temos e me mandou passear…mas eu ainda a vejo, não me portando como um sujeito bacana, só enchendo o saco, cheio de mágoas,  de quem me mandou embora…saca aquela velha música?  Meu velho Bortolotto e eu costumamos cantarolar bebuns esse som no cú da madrugada:  “Quem perde no amor sempre faz papel de covarde. Faz bobagem, faz bobagem”. E eu tenho feito, e ela já não aguenta mais…E eu tenho que aguentar a dor da sua falta. Se a gente não se amasse, se a gente não se desse bem, seria fácil…mas não foi nada disso. E eu vou indo pros 40 anos sozinho, com saldo muito negativo de relacionamentos falidos e frustrados…O lado positivo dessa merda toda é que me aproximo mais da única arma que tenho pra passar razoavelmente bem por essa existência fastidiosa: Tocar guitarra. Alguns dizem que sou bom nisso. E a relação com meu eterno amor se aprofunda. Curto mais como toco, busco umas notas mais doídas como um Chet Baker desesperado. E às vezes até choro no palco…

h1

Julho 25, 2008

De volta à Campo Grande(MS). As ruas me parecem grandes demais…desperdício de asfalto…não tem carros pra encher essa pavimentação toda! Sensação engraçada. Costume que vem de 3 anos e meio na grande capital nacional. E já começo a sentir falta daqueles ares mais poluídos. O dia aqui demora a passar, não tenho bar predileto na região e nem amigos bons de poesia maldita. Curto estar aqui, delícia de cidade, mas já não é mais o meu lugar…e eu lá tenho ou tive lugar um dia na vida?  Só balcões de bar…e amigos de copo…e bons parceiros de rock and roll…bom, nada pra reclamar.

h1

e notas tristes que confortam e te deixam um pouco menos só.

Julho 22, 2008

http://youtube.com/watch?v=ns0tW4c95aM

h1

Julho 22, 2008

…”Agora eu forço a visão na direção das gueixas, faço propostas inaudíveis para as apresentadoras de TV, bebo bourbon no gargalo e sei que não há nada mais triste que um cara bebendo sozinho, entrando em bares e sacando que ela já está com outro, percebendo que na verdade  não se significou muita coisa, só a agulha na veia fazendo com que a loucura percorra os canais numa velocidade incalculável, o suficiente pra me deixar dizendo bobagens, desta vez imperdoáveis ao telefone. Quantas marcadas em nome de uma suposta sensibilidade nunca antes detectada.   Agora eu percorro de novo os bares, esperando encontrar uma jukebox e uma garota solitária. Eu tenho uma ficha, já sei que os helicópteros estão mesmo atrás de mim, eu me lembro de Deus e peço a Ele que desta vez eu enlouqueça com suavidade.”

 

(Mário Bortolotto – trecho do poema Enlouquecer pra não dançar)

h1

Julho 17, 2008